MT, 20/02/18

Confira alguns sinais de que a remela de seu cachorro pode ser sinal de algo mais grave

MSN NOTICIAS

SINAL DE UMA NOITE BEM DORMIDA Na maior parte dos cachorros, a presença de remela na região do olho é apenas o resultado da combinação de poeira e sujeira com o ressecamento do líquido que compõe as lágrimas. É muito comum que essa mistura se acumule durante o sono dos cães, o que também acontece em seres humanos.   SINTOMA DE ALERGIAS Alguns cães podem produzir remela quando sofrem com alguma alergia. Grama, pólen, ácaros, poeira e até alguns alimentos podem ser agentes causadores de alergias nos cachorros. Como consequência, seu organismo produz diversas reações, como irritações na pele, espirros, vômitos e também a produção de remela.   CONJUNTIVITE CANINA A situação se torna mais séria quando a remela surge devido a doenças, como a conjuntivite, causada por vírus e bactérias. Leve seu cão ao veterinário se perceber que seus olhos estão bastante vermelhos, inflamados e repletos de remela. Sem tratamento, o problema pode levar à cegueira.   SINAL DE GLAUCOMA Excesso de remela em algumas raças, como poodle, chow chow e cocker spaniel, é um sinal de glaucoma, um grave problema de saúde também capaz de provocar cegueira. O glaucoma é resultado da falta de drenagem dos líquidos produzidos pelo olho, que se acumulam e geram pressão   OLHOS VERMELHOS A dificuldade em drenar os líquidos pode ser hereditária ou causada por traumas, como batidas e até câncer. Além de remelas, vermelhidão, coceiras, piscadas excessivas e pupilas dilatadas são sintomas do glaucoma. Fique ligado e leve seu cão ao veterinário o mais rápido possível!   REMELAS E O EXCESSO DE LÁGRIMAS A epífora é outro problema que tem a remela como sinal. Trata-se do excesso de produção de lágrimas, mais fácil de notar em cães de pelagem clara. Outros sintomas são mau cheiro, irritação da pele, manchas marrons embaixo do olho e muita umidade ao redor da região ocular.   LEVE SEU CÃO AO VETERINÁRIO Por outro lado, a remela também pode ser resultado da falta de lubrificação dos olhos. Esse problema recebe o nome de ceratoconjuntivite sicca ou simplesmente síndrome do olho seco e surge depois de um trauma ou uma infecção na glândula responsável pela produção de lágrimas. Além da remela, outros sintomas são inflamação dos olhos e piscadas em excesso. O tratamento é imprescindível para evitar a perda da visão.  

Publicidade

Publicidade