MT, 21/09/17

Saiba como ser ressarcido por danos causados por queda de energia

GAZETA DIGITAL

Redação GD       É comum deixarmos os aparelhos eletroeletrônicos sempre ligados na tomada em casa, mesmo quando não estão em uso. Porém, é preciso tomar cuidado, pois uma oscilação na rede elétrica ou queda de energia pode fazer com que alguns desses aparelhos parem de funcionar. Nesses casos, você não está desamparado. A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) determina que a concessionária de energia elétrica é responsável pelos danos causados pela variação na rede. O reparo pelo dano elétrico pode ocorrer por meio de três alternativas:
• O conserto do produto avariado;
• A substituição por um item equivalente;
• O pagamento do conserto ou o ressarcimento do total do valor do aparelho. Para solicitar a reparação, o ideal é que você entre em contato com a concessionária de energia o mais rápido possível, contudo o pedido pode ser feito em até 90 dias após a provável data do dano elétrico. É muito importante anotar e guardar os protocolos. • Descubra qual é o prazo para corte de energia e faça valer os seus direitos A distribuidora pode fazer a avaliação do produto na sua residência ou solicitar que seja encaminhado à autorizada mais próxima no prazo máximo de 10 dias. Esse prazo cai para um dia útil quando o produto armazena alimentos perecíveis ou medicamentos (freezer, geladeira, etc.). Após a verificação, o prazo para resposta da empresa é de 15 dias. Caso o resultado do pedido seja negado, deve ser explicado o motivo, que estará previsto em uma das hipóteses da regulamentação da Aneel. (Com informações da assessoria)

Pm recupera moto tomada em assalto em Jaciara
+ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Publicidade

Publicidade