MT, 29/06/17

Tomate, batata e ovo estão caros; feijão baixou de preço, segundo IPCA

GAZETA DIGITAL

Keka Werneck, repórter do GD     Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) indica que, nas prateleiras dos supermercados do país, onde ficam alimentos e bebidas, houve baixa nos preços em 2017, de 0,82% até o mês de abril. Mas com elevação de 0,34% em março para 0,58% em abril. Alguns alimentos tiveram maior alta, como o tomate, batata e ovos e outros baixa de preços, como o óleo de soja, arroz e feijão. Confira os preços e os benefícios destes alimentos. Joao Vieira
Tomate O preço do tomate foi o que mais subiu (+29,02%). O quilo está custando cerca de R$ 4. Benefícios
Tomates são antioxidantes. Contêm Vitamina C, vitamina A e beta-caroteno, além de boas quantidades de Manganês, vitamina E e potássio. Têm ainda licopeno, composto associado à redução de doenças cardíacas. Possui propriedades anti-inflamatórias e ainda ajuda na prevenção de doenças relacionadas com a idade. Sendo assim, é bom comer tomates contra ataques cardíacos, osteoporose, saúde dos olhos, contra diabetes e tem baixa caloria. Batata-inglesa
Joao Vieira
Preço da batata-inglesa também subiu muito (+20,81%). O quilo está custando em torno de R$ 3. Benefícios
Consumidas em todas as partes do mundo, batatas podem ser encontrados em quase todas as refeições. Muito gostosa, é protagonista de diversas receitas. Mas um aviso: rica em amido e carboidratos, é calórica (80 calorias por 100 gramas). Contém água e fibra alimentar, vitamina-B, Vitamina C, Vitamina E e Vitamina K, Potássio e sais minerais como Cálcio, Ferro, Magnésio, Manganês e Zinco. Faz bem para pele e, se colocada encima da acne, pode ajudar a secá-la. Regula a pressão e dinamiza as funções cerebrais. É indicada também contra reumatismo, acalma os olhos e evita pedra nos rins. João Vieira
Ovos Preço dos ovos subiu (+4,03%). A dúzia está saindo por R$ 4,98. Benefícios Ovo é rico em proteína e outros 13 nutrientes essenciais. Ácido fólico, Ferro, Zinco, Proteína, Fósforo, Manganês e Vitaminas do Complexo B. Estudos apontam que um ovo por dia ajuda a prevenir degeneração ocular e catarata com seus carotenóides, especialmente a luteína e zeaxantina. Regula o cérebro, sistema nervoso e sistema cardiovascular. Pesquisas atuais afirmam que o consumo moderado de ovos não tem impacto negativo sobre o colesterol. É um dos poucos alimentos que têm Vitamina D. Previne câncer de mama. Faz bem par ao cabelo e unhas porque tem elevado teor de enxofre e grande variedade de vitaminas e minerais. Dois por dia no máximo - é a indicação de nutricionistas. Óleo de soja João Vieira
O óleo de soja barateou (-4,17%). Benefícios
É considerado mais saudável do que a maioria dos outros óleos vegetais, devido à sua boa variedade de ácidos graxos. Faz bem para saúde óssea, pele, cabelo e olhos. Também é antioxidante, porque contém Vitamina E, que reduz manchas, cicatrizes de acne, protege a pele contra queimaduras solares e estimulando o crescimento de novas células da pele para promover a cicatrização. O alerta vai no sentido de que é calórico e consumido em excesso pode levar à obesidade. Arroz
O arroz está pouca coisa mais barato (-1,69%). Benefícios
É rico em carboidrato que dá energia, proteínas, vitaminas e minerais essenciais ao organismo. Mas sozinho é fraco do ponto de vista nutricional, por isso deve ser associado ao feijão, carnes e leguminosas. João Vieira
Feijão Dois tipos de feijão estão com preços bem mais baixos.
O preço do preto caiu 8,29% e o do carioca 1,64%. Benefícios Feijão é uma das principais fontes de proteína da população brasileira. Tem fibra para baixar o colesterol, com isso ele evita que os níveis de açúcar no sangue subam muito rapidamente após uma refeição. Tem baixo teor de gordura e sódio. Previne câncer com a vitamina K, dinamiza o cérebro e o sistema nervoso, desintoxica das alergias, previne dor de cabeça e regula funação intestinal, aumentando o volume das fezes. Dá energia e é paixão nacional.

Pm recupera moto tomada em assalto em Jaciara
+ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Publicidade

Publicidade