MT, 21/08/17

Consórcio de saúde visa reduzir em 70% o valor na compra de remédios

GAZETA DIGITAL

  Janã Pinheiro, repórter do MP/MT     Será assinado nesta sexta-feira (12), às 11h30, na sede da Procuradoria Geral de Justiça (PGJ), o Termo de Cooperação Técnica que tem o objetivo de criar um consórcio de saúde, com a finalidade específica de comprar e distribuir medicamentos para os usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). Vão assinar o termo representantes da Procuradoria Geral de Justiça (PGJ), Assembleia Legislativa do Estado (AL/MT), Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso (TCE/MT), Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso (SES/MT), Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM/MT) e o Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Mato Grosso (COSEMS/MT). Arquivo/ GD

Consórcio busca adesão de 141 municípios Por meio do consórcio, que fará uma espécie de “compra coletiva”, a expectativa é conseguir uma economia de até 70% na aquisição de medicamentos e insumos de saúde. O consórcio busca a adesão dos 141 municípios mato-grossenses, quanto mais prefeituras comprando, menor o custo. “O termo tem por objeto institucional à gestão associada de saúde com a finalidade específica de operacionalizar ações de assistência farmacêutica por meio da aquisição e distribuição de medicamentos, insumos, equipamentos e serviços, com o fito exclusivo à população do SUS”, diz o termo. As partes se comprometem, entre outros pontos, a integrar ações para articulação, organização e operacionalização de consórcio destinado à aquisição de medicamentos e insumos de saúde, bem como apoiar a incentivar a adesão dos 141 municípios de Mato Grosso ao consórcio. 

Pm recupera moto tomada em assalto em Jaciara
+ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Publicidade

Publicidade