MT, 20/11/17

02/07/2013 - 11:13

Servidores do Detran-MT param em protesto contra falta de estrutura

G1 MT

Eles pedem a derrubada de veto em projeto que obriga investimentos. Essa é a segunda vez em menos de uma semana que servidores param.
Os servidores do Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso(Detran-MT) paralisaram as atividades nesta terça-feira (2) na sede do órgão e nas Circunscrições Regionais de Trânsito (Ciretrans), no interior do estado. Essa é a segunda vez em menos de uma semana que os trabalhadores param em protesto para reivindicar investimentos na instituição, que, segundo o sindicato da categoria, está sucateada, faltando até mesmo materiais de expediente.
Eles cobram melhores condições de trabalho e a aprovação de um novo Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS), já que o atual encontra-se defasado. "A nossa necessidade é de pelo menos 2 mil servidores, mas a nossa lei de carreira não permite. Por isso, precisamos que esse novo PCCS seja aprovado porque o que está em vigor é de 2001 e não condiz mais com a atual realidade do órgão", declarou a presidente do Sinetran, Veneranda Costa.Segundo ela, após a paralisação na semana passada, os servidores se reuniram com a diretoria do Detran. No entanto, não houve avanço nas negociações. "Não tivemos nenhuma resposta concreta. Eles acham que o valor que estão repassando está certo, mas frisamos que não dá para manter o Detran com o que é repassado", argumentou.Para reivindicar mais repasse ao Detran, os servidores planejam ir até a Assembleia Legislativa de Mato Grosso cobrar a derrubada do veto do governo a um projeto de lei, que havia sido aprovado pelo Legislativo, que trata da destinação dos recursos arrecadados ao órgão responsável pelo serviço. Conforme a proposta, 50% dos recursos arrecadados pelo Detran sejam investidos para a melhoria das unidades e para campanhas de prevenção a acidentes de trânsito. O Detran-MT possui 760 servidores efetivos e conta com 64 unidades espalhadas pelo interior do estado. Segundo o Sindicato dos Servidores do Detran de Mato Grosso (Sinetran), o número de servidores é o mesmo que há 12 anos, sendo que a frota de veículos e a quantidade de condutores triplicou nesse período.Nesta quinta-feira, todos os serviços, assim como os testes já agendados, foram suspensos. Os exames e testes de direção que haviam sido marcados devem ser reagendos junto ao órgão.

Publicidade

Publicidade